segunda-feira, 10 de junho de 2019



Adicionar legenda
PARA CONTRATAR UMA PESQUISA


Em um post: “Como Contratar uma Pesquisa” o autor, Matheus Dias, indica que o eleitor é pragmático e de fato o é, pois se situa fora do disse-me-disse e de toda a ladainha dos que vivem da política. E daí afirma que o eleitor deposita seu voto no candidato que tem mais capacidade de resolver os problemas que o aflige e, portanto, a pesquisa deve buscar conhecer o pensar, os desejos, sonhos, aspirações e medos de cada eleitor.



Esse pressuposto é severamente superficial para determinar o conteúdo do que deve ser pesquisado para um cliente que tenha uma pretensão eleitoral. Pois são diversos outros elementos que são fundamentais a construção da pesquisa, mesmo quantitativa, para subsidiar as decisões e o planejamento, mesmo que inicial, de uma campanha eleitoral com profissionalismo.



A ideia de que atendendo algumas necessidades dos eleitores estaremos fazendo o que tem que ser feito para merecer seu voto, tipo perguntar o que ele quer, não funciona bem assim por diversos motivos.



O eleitor sabe que em seu voto vai além do que ele pode receber, mais do que ele pode receber é o que ele estará dando em benefício do próprio candidato. Então a pesquisa tem de ver a possiblidade de empatia do candidato em questão com o eleitor. O que pressupõe uma pesquisa exploratória com o pretenso candidato, suas características percebidas.



Também é preciso buscar conhecer o conjunto das ofertas de candidaturas ao cargo em questão, já que é dentre essas ofertas que o eleitor fará sua escolha e não fora dela. Terá a oferta de alguém ideal para si ao mesmo tempo viável eleitoralmente... Todos os cálculos dos eleitores se farão dentro desse limite.



É muito simples entender, se o seu colega chegar para você, no seu aniversário e perguntar o que você quer, você dará uma resposta para ele, mas se, ao invés do seu colega for o gênio da lâmpada do Aladim que te faça essa pergunta, a resposta seria outra completamente diferente, entende?



O eleitor vota por gratidão, por interesse, por pena e compaixão, por tantos motivos mais... Em qual desses temas o candidato poderia se encaixar? Saber isso é fundamental para o desenho de uma pesquisa para ele.



Além dessas questões ainda tem a megatendência que influencia os eleitores naquele momento. Qual é ela e o quanto dela estará presente naquela eleição específica?



Quando você for construir um prédio procure um engenheiro com referência para conduzir sua obra junto com você garantindo que o prédio não vá ruir ou apresentar defeitos indesejáveis.



O mesmo se deve fazer com a contratação do serviço de pesquisa.
Principalmente nesse mercado onde surgem novas empresas a cada eleição e que se envolvem em algum escândalo de imperícia e/ou fralde e na eleição seguinte somem do mapa. Essas empresas aventureiras cobram preços bem baratos e podem causar prejuízos irreparáveis para seus inocentes clientes.



Nunca é suficiente saber apenas o que o eleitor quer, assim como o querer de quem vai construir um prédio não é o suficiente para que o empreendedor decida sobre o concreto e a quantidade de ferro que vai usar em cada pilar ou em cada viga.



Vladimir Araujo

Especialista em Marketing e Ciência Política e Diretor do Instituto Veritate

quarta-feira, 24 de abril de 2019

3ª Parte - Mais Alguns Dados 

AVALIAÇÃO 
DO PREFEITO DE BELÉM




Avaliação do trabalho do Prefeito Zenaldo Coutinho



Existem duas formas mais correntes de se ler a avaliação do Governo quando a medida é somente da escala de Ótimo a Péssimo. Uma é de considerar o Regular como aprovação tal qual numa nota escolar. Neste caso teríamos uma aprovação de 25% e uma reprovação de 73%.

Porém isso não é satisfatório para, por exemplo, expressar se a maioria dos eleitores desejam mudança ou continuidade do governo.

Algumas pesquisas trabalham com acréscimo de outra variável, medindo apenas a Aprovação e Reprovação do governo. Outro meio utilizado é a divisão do regular em: Regular Positivo, Regular e Regular Negativo.

Mas um outro aspecto interessante de se trabalhar com a escala de Ótimo a Péssimo é a observação da aprovação como Ótimo e Bom, a reprovação como Ruim e Péssimo. Isso permite observar o grau de dificuldade que as teses positivas ou negativas contra o governo encontrarão para convencer os eleitores por causa da dinâmica da formação da opinião.

Em regra, a opinião sobre os fatos políticos se consolida nos indivíduos após alguma forma de debate em um grupo de convívio. Nessas reuniões os que consideram o governo ótimo ou bom, tendem a defendê-lo, os que o consideram ruim ou péssimo tendem a atacá-lo, e os que o consideram regular ficam observando o debate para se posicionarem ou não.

No caso específico, o Prefeito Zenaldo tem 9% de Ótimo e Bom e 73% de Ruim e Péssimo e 16% de regular, teríamos em uma reunião de dez pessoas: Uma para falar a favor, Sete para mal dizer e, Uma observando o debate.

A aprovação/reprovação do governante também é uma medida da satisfação/insatisfação do cidadão em relação aos serviços públicos.
   
     .
A insatisfação com o governo pode ter por motivo:

1- Campanha sistemática nos meios de comunicação de massa realçando os aspectos negativos e os pontos fracos da gestão;
2- Campanha corpo-a-corpo promovida por agremiações partidárias e sindicais, envolvendo categorias e, às vezes, atrapalhando no plano legislativo e/ou judiciário o funcionamento do governo;
3- Revelação de alguma conduta imprópria que provoque objeção na cultura, costumes e moral do grande público;
4- Gestão calamitosa dos serviços e recursos destinados ao atendimento público, como em obras, saneamento, limpeza pública, saúde e educação.

Toda a oposição, tenha por base uma campanha na mídia ou nos partidos ou uma motivação moralista, parte da insatisfação com algum ou alguns serviços negligenciados ou secundarizados pelo governo.

A presente pesquisa mostrou que a reprovação ao governo municipal tem como motivo básico a insatisfação com os serviços públicos. Pois ele não sofre uma oposição significativa na câmara municipal, nem oposição mais relevante de algum sindicato, não cometeu nenhum ato impróprio a moral e aos costumes, e também, não tem um desgaste baseado nas mídias como podemos observar nessa pesquisa:

1- O Prefeito Zenaldo é menos reprovado entre os que participam de Grupos de WhatsApp, conforme tabela a seguir:
2- A comunicação no Facebook também não está motivando a reprovação do Prefeito Zenaldo, conforme tabela a seguir:

3- A comunicação de Rádio está ampliando apenas levemente a reprovação do Prefeito, conforme tabela a seguir:

4- A comunicação dos programas locais de TV também não amplia substancialmente a reprovação do Prefeito, conforme tabela a seguir:

A rejeição do Prefeito nasce com a insatisfação profunda com os serviços públicos e as demandas sociais não atendidas.

As principais necessidades apontadas pelos belenenses foram: Segurança, Esgoto, Limpeza e Asfalto. Mas o conceito de Péssimo do Prefeito é maior, proporcionalmente, entre as pessoas que se queixaram do Asfalto, da Falta de Creche, do Desemprego e da Segurança, nessa ordem. A falta do Esgoto amplia o conceito de Ruim dele, conforme tabela a seguir:

A insatisfação com os serviços específicos da Prefeitura Municipal amplia ainda mais a rejeição do Prefeito, como na avaliação da Educação, Saúde e Política de Geração de Emprego e Renda no município, conforme tabelas a seguir:

1- A reprovação do Serviço Municipal de Educação está presente em 52% do conceito de Péssimo do Prefeito, conforme tabela a seguir:

2- A falta de qualidade do Serviço de Saúde municipal reforça de forma mais substancial a reprovação do Prefeito estando contidos em 84% do conceito Péssimo do Prefeito, conforme tabela a seguir:

3- 60% dos que aprovam o Prefeito com conceito Ótimo ou Bom consideram que ele fez alguma coisa para gerar emprego e 90% dos que o consideram péssimo diz que ele nada fez quanto a isso, conforme tabela a seguir:

Quando são perguntados sobre o que o Prefeito Zenaldo Coutinho fez, espontaneamente apenas 22% dá alguma resposta e, ainda assim, parte deles fazem referências negativas de seus feitos, veja:

Na tabela a seguir, que investiga características pessoais atribuídas espontaneamente, poderemos observar que parte da reprovação do Prefeito já evoluiu para uma reprovação da pessoa do Prefeito, e que parte disso foi, além da reprovação, para um sentimento repulsivo de malquerença pessoal.

A reprovação do governante além de representar um encurtamento para a carreira política dele, representa também, um contágio negativo para o seu campo político, já que no processo de decisão do voto a primeira questão que o eleitor tem que responder é se ele vai querer a continuidade ou a mudança na gestão.

No caso específico, a pesquisa mostra que a rejeição do Prefeito colabora com a acentuada rejeição do Jatene que seria o seu candidato para sucedê-lo, por ser de seu partido e por ter sido um dos principais fiadores de sua candidatura ao cargo nas duas últimas eleições que ele foi eleito e reeleito prefeito.

A rejeição de Ruim ou Péssimo do Prefeito Zenaldo vai em sua ampla maioria manifestar como 80% da rejeição do Jatene conforme demonstra tabela a seguir:

Essa reprovação do Prefeito pode ser reduzida e a sua aprovação pode crescer? Claro que sim!

Nesse patamar de reprovação existe uma dificuldade inicial que é o fato de ter para cada pessoa capaz de falar a favor ter sete prontas para se posicionar de forma inversa.

A luta diária pela sobrevivência é fundamental para os indivíduos que tendem a olhar para realidade de forma bem pragmática, enxergando o que atrapalha ou o que os ajuda no dia-a-dia, diferentemente de quem vive diretamente da “política”.

O filho pequeno, o adolescente, a febre de madrugada, o aluguel do fim do mês, o lazer de domingo. Tudo isso é mais importante. Toda ajuda é bem-vinda.

Se o governante em qualquer momento fora do período eleitoral acertar a mão e conseguir reverter os recursos públicos em benefício para as pessoas, ele vai estar apresentando motivos para a sua aprovação e subtraindo razões de sua reprovação.

Se nesse momento onde alguma coisa que não ia bem passou a funcionar satisfatoriamente for apresentado para os eleitores os motivos e razões para ter errado e depois ter acertado na condução do governo, se esses argumentos forem tidos como sinceros e justos, a tendência de conseguir aprovação é muito grande.

Os argumentos, o enredo apresentado, são importantes facilitadores para transformar a aprovação pelo serviço na aprovação para o próprio governante.













quinta-feira, 18 de abril de 2019


2ª Parte

Pesquisa de Gestão e Votos de Belém - abril de 2019 

Mais Alguns Dados /Demandas Sociais

As Demandas Sociais:

Insegurança é maior nas Zonas Eleitorais 95ª representada aqui pelo bairro da Pedreira conforme tabela do PERFIL GEOGRÁFICO DA AMOSTRA e na 1ª (Cidade Velha e Reduto). O problema do Esgoto atinge mais as Zonas Eleitorais 96ª e 97ª (Cremação, São Brás, Umarizal, Benguí, Coqueiro e Tapanã). A falta de Limpeza nas Vias Públicas incomoda mais aos moradores da 76ª e 77ª Zonas (Condor, Jurunas e Marco). O serviço municipal de Saúde é considera pior na 73ª Zona (Mangueirão e Marambaia). O Abastecimento de Água sofreu maior reclamação na 95ª Zona (Pedreira) conforme tabela a segui:



A falta de segurança tem sido o principal problema dos moradores da grande Belém há muito tempo, no entanto, o registro agora de 32% se aproxima dos dois momentos onde estes índices foram menores nos últimos 14 anos.




Para conhecer melhor o entendimento que as pessoas têm do problema da Segurança Pública o Veritate realizou a seguinte pesquisa com 600 moradores da Região Metropolitana de Belém em 2016 e obteve os seguintes resultados:

QUANTO AOS BANDIDOS VOCÊ DIRIA QUE:
Ele só é bandido porque não teve outra oportunidade 41%
Bandido bom é bandido morto 22%
Você tem raiva de bandido 16%
Você tem pena do bandido 13%
Sem resposta 8%
A SEGURANÇA VAI SER MELHOR SE:
Houver mais oportunidade para os jovens 42%
A justiça não soltar o bandido depois de preso 33%
A polícia estiver mais presente na rua 20%
A polícia for mais dura com os bandidos 5%
Sem resposta 1%
MOTIVO PRINCIPAL PARA OS BANDIDOS ROUBAREM
Para comprar drogas 65%
Para gastar com farra e futilidades 29%
Para comer 2%
Para alimentar suas famílias 2%
Sem resposta 3%
PARA MELHORAR A SEGURANÇA PREFERE UMA POLÍTICA DE:
Inclusão social, profissional, esportiva e cultural para juventude 84%
Tolerância zero com os bandidos 15%
Sem resposta 1%
AS BOCAS DE FUMO FICAM FUNCIONANDO PORQUE:
Tem policiais corruptos que pegam dinheiro dos traficantes 59%
A polícia não tem como dar conta, fecha uma abre outra 26%
Tem muitos consumidores 14%
Sem resposta 1%
VOTARIA NUM CANDIDATO SE PERCEBESSE QUE ELE IRIA RESOLVER O PROBLEMA DA INSEGURANÇA?
Sim 87%
Não 12%
Sem resposta 1%
AS AUTORIDADES PÚBLICAS NÃO RESOLVEM O PROBLEMA DA INSEGURANÇA PORQUE:
Falta de interesse 55%
São envolvidos com os criminosos 16%
Não sabem resolver 14%
O problema não tem solução 13%
Sem resposta 3%
DESSES QUATRO RÍMOS MUSICAIS, QUAL O QUE VOCÊ ACHA MELHOR?
MPB 38%
Gospel 32%
Forró Universitário 14%
Melody 9%
Sem resposta 8%
QUANTO AO SOM DAS APARELHAGENS VOCÊ DIRIA QUE:
Curte 5%
Gosta um pouco 22%
Não gosta muito 42%
Detesta 30%
Sem resposta 1%

terça-feira, 16 de abril de 2019


PESQUISA DE GESTÃO E DE VOTOS DE BELÉM
6 a 9 de abril de 2019


Alguns Resultados


Qual é a principal necessidade de seu bairro ou do município de Belém? (Espontâneo)

Segurança 31,7%

Esgoto 18,5%

Limpeza 13,3%

Asfalto 11,8%

Saúde 8,7%

Água 6,8%

Creche 1,7%

Conclusão de Obras 1,5%

Educação 1,3%

Emprego 1,2%

Iluminação 1,0%

Outras respostas 1,5%

Sem resposta 1,0%

Total 100%



Se a eleição para Prefeito fosse hoje e estivessem concorrendo estes candidatos... Em quem você votaria? (ESTIMULADA)

Edmilson 26,5%

Éder Mauro 14,7%

Úrsula Vidal 10,8%

Vavá Martins 6,7%

Marinor 3,8%

Dr... Daniel 3,7%

Carlos Maneschy 3,5%

Jatene 3,3%

Joaquim Passarinho 3,2%

Mauro Freitas 2,0%

Celso Sabino 1,7%

Nenhum 14,8%

Sem resposta 5,3%

Total 100%


Qual desses... Você mais rejeita para prefeito, não votaria de jeito nenhum? (ESTIMULADA)

Jatene 33,8%

Éder Mauro 13,8%

Edmilson 11,8%

Celso Sabino 4,2%

Mauro Freitas 3,5%

Dr... Daniel 2,3%

Úrsula Vidal 2,2%

Joaquim Passarinho 1,7%

Marinor 1,7%

Vavá Martins 0,7%

Carlos Maneschy 0,3%

Nenhum 12,3%

Sem resposta 11,7%

Total 100%


Como você avalia o Presidente Bolsonaro?

Ótimo 5,3%

Bom 18,5%

Regular 38,3%

Ruim 9,3%

Péssimo 24,2%

Sem resposta 4,3%

Total 100%



Como você avalia o Governador Helder Barbalho?

Ótimo 4,0%

Bom 36,2%

Regular 40,2%

Ruim 7,0%

Péssimo 8,0%

Sem resposta 4,7%

Total 100%


Como avalia o Prefeito Zenaldo Coutinho?

Ótimo 1,2%

Bom 7,8%

Regular 15,8%

Ruim 20,0%

Péssimo 53,2%

Sem resposta 2,0%

Total 100%                                                                                                                                                       

PROSSEGUE....

PARTE 2 - DEMANDAS SOCIAIS

PARTE 3 - AVALIAÇÃO DO PREFEITO


Esta pesquisa foi realizada com o objetivo de conhecer e avaliar a gestão municipal, as demandas sociais e as intenções e propensões de votos, as mídias e outros assuntos, em Belém, no Estado do Pará. 
Metodologia 
Pesquisa quantitativa, por amostragem aleatória estratificada por cotas, entrevistas face a face e domiciliares, aplicando questionários estruturados junto a uma amostra representativa da população em estudo. 
Plano Amostral
Universo: Os eleitores do município entre os dias 6 e 9 de abril de 2019.
Técnica de amostragem: As entrevistas foram agrupadas por cotas tomando por base as variáveis sexo, escolaridade e idade. Os questionários foram aplicadas por amostragem aleatória simples, obedecendo às cotas definidas anteriormente.
Área física: Foram realizadas entrevistas em todas as Zonas Eleitorais do município. 
Total de entrevistas pretendidas: 600
Total de entrevistas realizadas: 600
Margem de erro: 4% para mais ou para menos, dentro de um intervalo de confiança de 95%.
Recursos Humanos
A equipe de entrevistadores possui experiência em outras pesquisas similares e foi especialmente treinada para a realização deste trabalho. 
Sistema Interno de Controle e Verificação
Para a realização da pesquisa, utilizou-se uma equipe de entrevistadores e supervisores contratados pelo VERITATE PESQUISA DE OPINIÃO E MERCADO, devidamente treinados para a função. Após os trabalhos de campo, são escolhidos por amostragem aleatória simples 20% (vinte por cento) dos questionários aplicados pelos entrevistadores para verificação das respostas e da adequação dos entrevistadores aos parâmetros amostrais. Posteriormente todos os dados obtidos no campo são validados, codificados, digitados e analisados visando a consistência das informações.




sábado, 6 de abril de 2019

PESQUISA DE BELÉM NO FORNO


O Instituto Veritate está realizando pesquisa de opinião em Belém para conhecer:

As demandas e principais problemas da cidade como um todo, mas também focando especificamente os serviços de saúde e educação e a percepção de ações para mitigar o problema do desemprego;

A avaliação do mandato do Prefeito Zenaldo Coutinho e sua imagem individual;

Os vereadores com mais prestígio popular;

As intenções de votos para prefeito se a eleição fosse hoje;

Avaliação dos poucos mais de três meses dos Governos do Helder e do Bolsonaro;

A proporção e perfil das pessoas que participam de grupos de WhatsApp e dos que acessam o Facebook todos os dias;

Características do hábito atual de ouvir rádio e a audiência das emissoras;

A preferência dos programas locais de TV;

Audiência dos Jornais;

Todas essas informações serão cruzadas para revelar por exemplo a relação dos meios e canais de comunicação com a avaliação de governos, a relação de necessidades com a escolha do voto, entre tantas outras.

Esse estudo realizado pelo Veritate tem por objeto constituir parâmetros para observar esses mesmos fenômenos nos municípios das diferentes regiões do Estado que estão sendo pesquisados para diferentes clientes.

Mas, diferente das pesquisas encomendados por outros, esta pesquisa será divulgada aqui, no nosso blogspot e também por meios de parcerias com outros meios e canais que manifestem interesse.

quarta-feira, 7 de março de 2018

O Voto de Belém




O Veritate realizou, por iniciativa própria, uma pesquisa para conhecer as intenções de votos dos eleitores de Belém, para senadores e governador, com 600 entrevistas, entre os dia 28 de fevereiro e 2 de março de 2018, com uma margem de 4% para mais ou para menos com intervalo de confiança de 95%, essa pesquisa foi registrada no TSE sob o número PA-06036/2018 e encontrou os seguintes resultados:

Qual é a principal necessidade de seu bairro ou do município de Belém? (ESPONTÂNEO)

Segurança 41,2%
Esgoto 25,7%
Asfalto 8,0%
Saúde 7,7%
Limpeza 7,5%
Água 3,8%
Educação 1,7%
Emprego 1,7%
Outras respostas 1,3%
Transporte 0,7%
Creche 0,5%
Sem resposta 0,3%
Total 100%

Se a eleição para Governador fosse hoje, em quem você votaria? (ESPONTÂNEA)

Helder Barbalho 4,0%
Jatene 0,8%
Edmilson 0,7%
Paulo Rocha 0,5%
Outros 1,2%
Sem resposta 92,8%
Total 100%

Se a eleição para Governador fosse hoje e estivessem concorrendo esses candidatos... Em quem você votaria? (ESTIMULADA)

Helder Barbalho 38,0%
Úrsula Vidal 16,3%
Paulo Rocha 8,2%
Mário Couto 7,8%
Márcio Miranda 2,2%
Nenhum desses 18,0%
Sem resposta 9,5%
Total 100%

Em sua opinião qual é, entre esses... O pior candidato a governador? (REJEIÇÃO)

Helder Barbalho 29,3%
Paulo Rocha 19,5%
Mário Couto 16,7%
Úrsula Vidal 8,8%
Márcio Miranda 4,7%
Nenhum desses 11,2%
Sem resposta 9,8%
Total 100%

Se a eleição para Senador fosse hoje, em quem você votaria? (ESPONTÂNEA)

Jáder Barbalho 1,8%
Jatene 0,5%
Mário Couto 0,5%
Úrsula Vidal 0,3%
Outros 1,2%
Sem resposta 95,7%
Total 100%

Os dois votos estimulados para Senador no cenário 1 (com Jatene e Jáder)

Úrsula Vidal 34,0%
Jáder Barbalho 29,3%
Jatene 17,8%
Mário Couto 17,7%
Flexa Ribeiro 12,8%
Lúcio Vale 11,0%
Zequinha Marinho 9,8%
Zé Geraldo 9,3%
Nenhum desses 41,5%
Sem resposta 16,7%
Base 600

Se a eleição para Senador fosse hoje e estivessem concorrendo esses candidatos... Em quem você votaria? (ESTIMULADA, CENÁRIO 1, COM JATENE E JÁDER)

Jáder Barbalho 22,8%
Úrsula Vidal 21,0%
Jatene 12,8%
Mário Couto 7,3%
Lúcio Vale 6,3%
Flexa Ribeiro 6,2%
Zé Geraldo 4,0%
Zequinha Marinho 3,8%
Nenhum desses 12,2%
Sem resposta 3,5%
Total 100%

Considerando que nessa eleição você vai ter que escolher dois Senadores, qual seria o seu segundo voto entre esses candidatos... ? (2º VOTO DA ESTIMULADO, CENÁRIO 1, COM JATENE E JÁDER)


Úrsula Vidal 13,0% 

Mário Couto 10,3%

Flexa Ribeiro 6,7%
Jáder Barbalho 6,5%
Zequinha Marinho 6,0%
Zé Geraldo 5,3%
Jatene 5,0%
Lúcio Vale 4,7%
Nenhum desses 29,3
Sem resposta 13,2%
Total 100%



* Errata: Nessa tabela, foi corrigida a apresentação dessa questão porque a ordem dos candidatos que era alfabética foi alterada pela ordem de decrescente das intenções de votos recebidas, no entanto a ordem dos votos de cada um tinha sido mantida na ordem  alfabética original, ficando, por exemplo, 13% das intenções de votos de eram da Úrsula Vidal aparecendo erradamente na linha do nome do Flexa Ribeiro. Porém a soma dos dois votos estava correta assim como todas as demais tabelas!



Os dois votos estimulados para Senador no cenário 2 (sem Jatene e Jáder)

Úrsula Vidal 35,0%
Mário Couto 22,2%
Flexa Ribeiro 18,0%
Lúcio Vale 14,0%
Zé Geraldo 14,0%
Zequinha Marinho 13,8%
Nenhum desses 64,5%
Sem resposta 18,5%
Base 600

E, se a eleição para Senador fosse hoje e estivessem concorrendo esses candidatos aqui... Em quem você votaria? (ESTIMULADA, CENÁRIO 2, SEM JATENE E JÁDER)

Úrsula Vidal 27,2%
Mário Couto 14,0%
Flexa Ribeiro 11,3%
Zé Geraldo 8,3%
Lúcio Vale 7,7%
Zequinha Marinho 7,0%
Nenhum desses 19,0%
Sem resposta 5,5%
Total 600

Considerando esses mesmos candidatos ao Senado... Qual seria o seu segundo voto para Senador? (2º VOTO DA ESTIMULADO, CENÁRIO 2, SEM JATENE E JÁDER)

Mário Couto 8,2%
Úrsula Vidal 7,8%
Zequinha Marinho 6,8%
Flexa Ribeiro 6,7%
Lúcio Vale 6,3%
Zé Geraldo 5,7%
Nenhum desses 45,5%
Sem resposta 13,0%
Total 100%

Em sua opinião qual é, entre esses... O pior candidato a Senador? (REJEIÇÃO)

Jáder Barbalho 27,5%
Jatene 21,5%
Mário Couto 8,3%
Flexa Ribeiro 6,2%
Úrsula Vidal 6,0%
Zé Geraldo 5,3%
Zequinha Marinho 5,2%
Lúcio Vale 3,2%
Nenhum desses 8,3%
Sem resposta 8,5%
Total 600

Como você avalia o trabalho do Zenaldo como prefeito de Belém?

Ótimo 1,5%
Bom 5,7%
Regular 28,5%
Ruim 14,7%
Péssimo 48,5%
Sem resposta 1,2%
Total 100%

Qual a sua religião?

Católica 56,2%
Evangélica 36,8%
Outras 2,3%
Nenhuma 4,7%
Total 100%

                                                                                                                                                                

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Pesquisa Eleitoral em Belém nos dias 26 e 27 de outubro de 2016

Realizada pelo INSTITUTO VERITATE, por conta própria, nos dias 26 e 27 de outubro de 2016, registrada na Justiça Eleitoral sob o nº PA-03437/2016, ouviu 600 eleitores, com margem de erro de 4% para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%, revelou os seguintes resultados:

Qual é a principal necessidade de seu bairro ou do município de Belém? (ESPONTÂNEO)

Segurança 42%
Saúde 17%
Esgoto 12%
Asfalto 10%
Limpeza 6%
Água 4%
Iluminação 2%
Educação 1%
Emprego 1%
Outras respostas 3%
Sem resposta 1%
Total 100%

Se a eleição do segundo turno para Prefeito fosse hoje, em quem você votaria? (ESPONTÂNEA)

Zenaldo Coutinho 42%
Edmilson 36%
Sem resposta 22%
Total 100%

Se a eleição do segundo turno para Prefeito fosse hoje, entre estes dois candidatos... Em quem você votaria? (ESTIMULADA)

Zenaldo Coutinho 47%
Edmilson 41%
Nenhum/Branco/Nulo 8%
Sem resposta 4%
Total 100%

VOTOS VÁLIDOS

Zenaldo Coutinho 54%
Edmilson 46%
Total 100%
A depender da campanha desses candidatos, você ainda poderá mudar o seu voto?

Sim/Talvez 14%
Não 82%
Sem resposta 4%
Total 100%

Em sua opinião, quem é que vai ganhar essa eleição para prefeito?

Zenaldo Coutinho 56%
Edmilson 30%
Sem resposta 14%
Total 100%

terça-feira, 25 de outubro de 2016

Pesquisa Eleitoral em Belém, 20 e 21 de outubro.

Realizada pelo INSTITUTO VERITATE, por conta própria, nos dias 20 e 21 de outubro de 2016, registrada na Justiça Eleitoral sob o nº PA-01596/2016, ouviu 600 eleitores, com margem de erro de 4% para mais ou para menos e intervalo de confiança de 95%, revelou os seguintes resultados:

Qual é a principal necessidade de seu bairro ou do município de Belém? (ESPONTÂNEO)

Segurança 49,7%
Esgoto 14,2%
Saúde 12,3%
Asfalto 6,3%
Limpeza 5,3%
Água 3,5%
Educação 1,5%
Iluminação 1,0%
Emprego 1,0%
Outras respostas 4,2%
Sem resposta 1,0%
Total 100%
   
Se a eleição do segundo turno para Prefeito fosse hoje, em quem você votaria? (ESPONTÂNEA)

Zenaldo Coutinho 37,8%
Edmilson 35,3%
Outros 0,2%
Sem resposta 26,7%
Total 100%
   
Se a eleição do segundo turno para Prefeito fosse hoje, entre estes dois candidatos... Em quem você votaria? (ESTIMULADA)

Zenaldo Coutinho 43,7%
Edmilson 39,7%
Nenhum/Branco/Nulo 10,5%
Sem resposta 6,2%
Total 100%
   
Em sua opinião, quem é que vai ganhar essa eleição para prefeito?

Zenaldo Coutinho 48,2%
Edmilson 37,0%
Sem resposta 14,8%
Total 100%